Nossas Marcas

Um ícone da cozinha

A história da desejada marca KitchenAid começa quando Herbert Johnson, engenheiro da Hobart Corporation, observou o trabalho duro de um padeiro. Johnson o observou misturando seu pão à mão e decidiu que deveria haver uma maneira melhor. Ele começou a desenvolver um mixer automático e, em 1914, lançou o H5 industrial de 60 quartos. O H5 eventualmente abriu caminho para cada cozinha de navio na Marinha dos EUA.
A origem de um nome marcante

Em 1920 a empresa lançou a primeira versão do consumidor: um modelo de 10 litros que também foi o primeiro “KitchenAid”. Conta a história que a esposa de um dos executivos da empresa levou o misturador sem nome para testá-lo e voltou dizendo: “Não me importo como você o chama, tudo o que sei é que é a melhor ajuda de cozinha que já tive “. Nascia então a KitchenAid.

O misturador foi inicialmente comercializado para donas de casa de fazendas e vendido principalmente em lojas de ferragens. A KitchenAid finalmente construiu uma força de vendas feminina de porta a porta, mas o preço de US $ 200 (alto para a época) fez do mixer uma venda difícil que perdia mercado para opções mais baratas. Durante a próxima década, a empresa apresentou algumas versões atualizadas: cada vez menores e mais leves, mas não mais baratas.

A frente de seu tempo

Artista, designer e “humanista industrial”de renome mundial, Egmont Arens foi contratado para projetar um mixer de baixo custo. Arens era o Editor de Arte da Vanity Fair e bem conhecido por seu design de produtos e embalagens, sempre centrado no consumidor. Sua especialidade era projetar produtos que vendessem bem, desde uma jukebox até um isqueiro ou um carrinho de bebê. Sua lista de clientes incluiu G.E., Fairchild Aircraft e a General American Transportation Company. Ele também era um mestre em transformar dispositivos práticos em obras de arte.

O sucesso

Arens efetivamente transformou KitchenAid em um mixer tão bonito quanto irresistível, e o modelo K foi lançado em 1937 e fez um enorme sucesso. Seu misturador elegante e modernista estava muito à frente de seu tempo e definiu o padrão de design ainda empregado pela KitchenAid 80 anos depois. Até hoje, todos os componentes da batedeira KitchenAid são compatíveis com o hub de fixação frontal de cada mixer feito desde 1937.

O design clássico mudou pouco em 80 anos, com exceção da introdução da cor em 1955. A batedeira, já irresistível, tornou-se rapidamente um clássico já que a introdução das cores levava vantagem estética da KitchenAid sobre os concorrentes. A marca continua a apresentar novas cores e versões, mantendo design clássico.

Muito apreciada por chefs e celebridades, como Julia Child e Martha Stewart, KitchenAid passou a ser considerado um ítem must-have em todas as cozinhas modernas. Em 1997, o MOMA – Museu de Arte Moderna de Nova York escolheu a batedeira KitchenAid como um ícone do design americano.

Você pode conferir toda a linha da marca KitchenAid na Utilplast. Clique aqui para ver a linha completa.

Dicas

Lembranças de Verão

Os preparativos para as férias de verão já começaram? Planejando aquela viagem incrível que você vai querer lembrar pra sempre? Além das fotos, pequenos souvenirs e lembranças também criam essas memórias e podem ser expostos com muito charme.
Inspire-se nestes projetos e crie você também uma charmosa coleção de souvenirs de viagem que não ficarão perdidos em armários e gavetas e que, além de serem decorativos, trazem personalidade ao ambiente.

Conchas, pedras e areia do paraíso

Que tal capturar um pouco daquele lugar mágico? Conchas, areia e pedras podem se transformar em incríveis potes de memórias.
Tudo que você precisa são pequenos frascos, potes, etiquetas, fotos e imaginação!

Dicas

Dicionário de cozinha: Mirepoix

Mirepoix é o termo culinário francês para uma combinação de cenouras, cebolas e salsão cortados em cubos, salteados com manteiga e utilizados como base aromática para molhos, sopas e guisados. Não se engane com ingredientes tão singelos – mesmo uma pequena quantidade de mirepoix pode contribuir significativamente para o sabor final de um prato.

A receita padrão de mirepoix leva duas partes de cebola para uma parte de salsão e uma de cenoura. Se o mirepoix estiver sendo usado em um molho branco ou muito leve, alho-poró pode ser usado ​​no lugar das cenouras para formar o componente adocicado do trio, porém mantendo uma tonalidade mais neutra.

Dicas para fazer um Mirepoix

É importante cortar os vegetais tão uniformemente quanto possível para assegurar que cozinhem por igual. O tamanho dos cubos pode variar de acordo com o tempo total de cozimento do prato para o qual se destina. Quanto menor o tempo de cozimento, menor deve ser o corte do vegetal.
Comece com as cebolas e cenouras primeiro e cozinhe até ficarem levemente caramelizadas. Em seguida, acrescente o aipo. Se desejar, inclua uma pequena quantidade de extrato de tomate e cozinhe até que toda a mistura desenvolva uma cor marrom. O mirepoix está pronto para ser utilizado em qualquer receita!

Variações que você pode experimentar

O pouco tempo investido para produzir essa base de vegetais aromáticos em seus pratos faz uma grande diferença na profundidade total de sabor. É por isso que praticamente todas as culinárias têm alguma variação do mirepoix francês. Aqui estão algumas que podem trazer sabores extras a diversos pratos e são absolutamente fáceis de fazer:

Cajun: A trindade Cajun substitui a cenoura pela pimenta verde e é usada para dar mais sabor a pratos como gumbos e etouffees.
Italiano: Os italianos têm uma combinação similar chamada “soffritto”. Eles substituem a manteiga pelo azeite e muitas vezes adicionam alho e pancetta ou prosciutto à mistura.
Espanhol: Um “sofrito” espanhol consiste em cebolas, tomates, alho e salsa cozidos em azeite.
Indiano: Pratos indianos começam com uma combinação de cebola, alho, gengibre e uma variedade de pimenta.
Tailandês: Na Tailândia as pastas de curry começam com uma combinação de ervas, chalotas e chiles.

História ou lenda?

Perto da fronteira do sul da França há uma pequena cidade chamada Mirepoix. No século 18 nesta cidade vivia Gaston Pierre de Lévis, um homem bastante comum, também conhecido como o Duque de Mirepoix e um cozinheiro qualificado, e de nome desconhecido, que trabalhava para ele. Enquanto alguns historiadores tem certeza de que o chef do duque não inventou a mistura aromática, sabe-se que ele era bastante adepto ao seu uso. Supõe-se que ele seja mesmo o responsável por torná-la popular.
Como a história diz, o Duque em sua grande ordenança precisava deixar um legado, mas não tinha nada próprio para fornecer. Então ele fez uma coisa esperta: nomeou o trio de alimentos com o seu nome. Até hoje o nome da mistura permanece, enquanto seu chef de cozinha – e inventor – continua desconhecido.

Dicas

Para se fartar em São Paulo

Se há um item no cardápio de ofertas de São Paulo considerado unanimidade nacional é a Gastronomia. As mais variadas receitas e temperos do mundo inteiro se encontram na cidade, que possui cerca de 12,5 mil restaurantes, com 52 nacionalidades, etnias e regionalidades, representando as mais diversas tendências da cozinha brasileira e internacionais. Para se ter uma ideia, a metrópole abriga 600 restaurantes japoneses, 3,2 mil padarias, 6 mil pizzarias, 500 churrascarias e 15 mil bares. Aqui são feitos diariamente 10,4 milhões de pãezinhos (ou 7,2 mil por minuto), um milhão de pizzas (720/min) e 400 mil sushis (278/min).

Com números tão expressivos, fica difícil decidir onde comer em São Paulo. Para quem está cansado de comprar guias que só falam dos mesmos restaurantes badalados de São Paulo, André Barcinski elaborou o ‘Guia da culinária ogra – 195 lugares para comer até cair’. Com textos informativos e muito bem-humorados, ele revela que todas as regiões da cidade de São Paulo têm seus tesouros da “culinária ogra”: aquela em que os garçons são velhos e feios, e não modelos aspirantes a celebridade, ou em que a comida ocupa ao menos 85% da área do prato.

O livro é dividido nas categorias PF e Almoço, Carnes, Pizzarias e Italianos, Japoneses e Coreanos, Chineses, Nordestinos, Árabes e Similares, Lanches e Salgados, Petiscos e Étnicos e Variados. De forma bem humorada, André conta quais são os principais pratos dos lugares citados, além do endereço e outras características. Agora todos os paulistanos ou turistas, de todas as idades, poderão explorar a tão falada gastronomia da cidade de São Paulo de uma maneira diferente e inusitada.

Acontece

Nosso Instagram

Com três endereços físicos na cidade de São Paulo, a rotina de nossas lojas é agitada. Todos os dias recebemos produtos novos, lançamentos e coleções que chegam de todos os lugares do mundo direto para nossas prateleiras. Sabe aquela espátula que é sucesso no programa de tv da chef famosa? O novo modelo de batedeira que é frisson nas redes sociais? As cestas que são hit entre as personal organizers? Com certeza está tudo em nossas lojas.

Para acompanhar tudo que acontece no mundo Utilplast nosso perfil no Instagram está sempre atualizado. Mudou a vitrine? Tem post novo na timeline. Tem evento rolando? Nosso Stories mostra tudo. E tem as promoções, as inspirações que nossa equipe produz – e que são sucesso absoluto nas lojas físicas – as dicas dos clientes, as demonstrações que acontecem nas lojas, vídeos ao vivo passeando pelas lojas e mostrando o incrível mix de produtos, tudo isso acontece em nosso perfil e muito mais.

Então, nossa dica é: siga-nos e fique por dentro de tudo que acontece na loja de utensílios queridinha de São Paulo!
E para conferir nosso mix de produtos, nossa loja online é rápida, prática e segura e despacha para todo Brasil.

 

Você sabia?
A Utilplast é uma das mais tradicionais lojas de utensílios para a casa da cidade de São Paulo, com 45 anos de história.

Dicas Receitas

Pizza caseira

Para quem é apaixonado por pizza, prepará-la em casa pode levar a paixão a outro nível. A princípio parece trabalhoso e o cardápio do delivery tão tentador, mas nós garantimos: a pizza caseira vai te conquistar de vez! Além disso, o preparo pode virar um animado programa em família ou com os amigos. Reuna todo mundo, separe os ingredientes e transforme-se no melhor pizzaiolo do bairro! Aqui vão algumas dicas:

Use uma pedra para assar
Uma das coisas mais simples que você pode fazer para melhorar sua pizza em casa é investir em uma pedra de pizza. É importante pré-aquecer a pedra da pizza no forno para que a massa obtenha todo o benefício do calor uniforme e instantâneo da pedra. Mesmo as massas de pizza congeladas podem ficar melhores quando assadas em uma pedra de pizza.

Faça a sua própria massa
É simples, você precisa de poucos ingredientes e o sabor e a textura são incomparáveis. Você pode escolher a espessura da massa e da borda, brincar com os tamanhos e formatos e ainda pode fazer bastante massa de uma vez e congelá-la para usar depois. Para isso, basta retirá-la do freezer na noite anterior, mantendo-a na geladeira e, retirar de lá um pouco antes de iniciar o preparo.

Temperatura do Forno
O mais quente é melhor ao assar pizza, especialmente se você estiver preparando uma pizza tradicional mais fina. Experimente tempos e temperaturas e veja o que acontece. As bases com crostas mais grossas não funcionarão tão bem em alta temperatura, pois o exterior irá cozinhar mais rápido do que o interior, deixando o exterior crocante e o interior pouco cozido. Use um timer e faça seus testes.

Pequeno é o novo grande
As pizzas individuais são fáceis de assar em uma pedra de pizza, fáceis de cortar e servir e uma ótima escolha quando cada um quer um recheio diferente!

Além do molho de tomate
Ok, molho de tomate é o clássico, sim, mas você pode considerar outras opções para a base da sua pizza. Que tal uma salsa picante ou até mesmo um chutney?

Queijo, queijo, queijo!
O queijo tradicional para a pizza é a mussarela, mas existem muitas outras grandes variações. Experimente brie, queijos de mofo azul, parmesão, provolone e adicione sabores diferentes a uma pizza. Mude o queijo na sua pizza favorita e você muda toda a experiência.

Seja criativo
Sobras viram ótimos recheios para pizza. Sobrou um pouco de frango desfiado? Uma pontinha de peito de peru? Vasculhe a geladeira e garantimos que você encontrará diversas opções novas e criativas para sua pizza.

Sabor extra
Uma vez que a pizza sai do forno você ainda pode acrescentar um pouco de pimenta calabresa, azeite e ervas frescas. O calor residual irá cozinhar parcialmente as ervas, trazendo seu sabor à pizza sem perder alguns dos seus aromas mais delicados.


#Receita
MASSA BÁSICA PARA PIZZA

6 xícaras (chá) de farinha de trigo (cerca de 740 g)
colheres (sopa) de fermento biológico seco (20 g)
2 colheres (chá) de açúcar
2 colheres (chá) de sal
2 1/2 xícaras (chá) de água morna
1/4 xícara (chá) de azeite
farinha de trigo para polvilhar a bancada
azeite para untar a tigela

MODO DE PREPARO

Numa tigela, misture o fermento e o açúcar. Regue com a água morna e, com uma colher, misture bem para dissolver. Deixe em temperatura ambiente até espumar – cerca de 5 minutos.

Enquanto isso, na tigela da batedeira, misture a farinha com o sal e abra um buraco no centro. Separe uma tigela ou outro recipiente grande e unte com 2 colheres (sopa) de azeite – ela tem que ter espaço suficiente para a massa crescer bastante.

Assim que espumar, despeje a mistura de fermento no centro da tigela com farinha. Adicione ¼ de xícara (chá) de azeite e misture, com uma espátula, apenas para incorporar.

Para sovar a massa: encaixe a tigela na batedeira com o gancho; comece a bater em velocidade baixa por 5 minutos; aumente a velocidade, aos poucos, para alta e deixe bater por mais 15 minutos até formar uma massa lisa – ela vai descolar da lateral da tigela e formar uma bola no gancho da batedeira.

Com as pontas dos dedos (ou uma espátula), desgrude a massa da tigela da batedeira e transfira para o recipiente untado com azeite. Cubra com filme e deixe descansar por 1 hora, até crescer e dobrar de volume.

Quando faltar 30 minutos para completar o tempo de crescimento da massa, preaqueça o forno a 250 ºC (temperatura alta). Se for utilizar uma assadeira de pedra, coloque-a dentro do forno ainda frio para aquecer desde o início – caso contrário, ela pode rachar com o choque térmico.

Polvilhe uma bancada lisa com farinha de trigo; transfira a massa de pizza para a bancada e, com uma espátula (ou faca) divida em 4 porções. Utilize a seguir ou, se preferir, embale individualmente com filme e armazene na geladeira por 3 dias ou no congelador por até 1 mês.

OBS: se a massa estiver no congelador, deixe descongelar em temperatura ambiente por cerca de 2 horas antes de usar; se estiver na geladeira, deixe em temperatura ambiente por 30 minutos antes de usar.

(fonte: Cozinha Prática)

Dicas

Recebendo para o jantar em 5 dicas

Vai receber para o jantar e precisa organizar tudo rápido? Calma! Com alguma organização e pequenas dicas dá para receber sem estresse, garantindo um clima gostoso no jantar e uma ótima impressão nos convidados.

1 – Sirva algo caseiro
Ok, você não tem tanto tempo. Neste caso, encomendar algo ou comprar um semi pronto parece tentador – e é – porém ao receber siga uma única regra: ofereça ao menos um prato caseiro, feito por você (ou quase todo feito por você). Seus convidados se sentirão especiais e a noite ficará ainda mais agradável. Uma coisa simples para preparar? Massa fresca! Prepare o molho com antecedência ou invista em versões frescas, como um pesto rápido ou um simples e delicioso molho de manteiga com sálvia. 
2 – Separando a louça

Lembre-se: o serviço não precisa ser todo combinado!  Misture materiais e alturas variadas em sua mesa e voilà! Um centro de mesa com flores ou mesmo pequenos arranjos distribuídos entre os pratos dão um toque elegante. Se estiver usando louças coloridas, arranjos de flores brancas e neutras com folhagens são uma ótima opção para contrastar, mas nada impede que você invista também em flores coloridas – elas sempre dão um toque especial.


3 – Seja criativo
Uma mesa bem posta já é meio caminho andado para o sucesso de um jantar. Você não precisa de louças caras para produzir uma bela mesa. Consulte suas peças disponíveis, crie uma paleta de cores e pronto! Dê novas funções aos objetos – na falta de um vaso, pequenas garrafinhas são ótimas para receber flores à mesa.

4 – Dupla função
Invista em algumas peças de cozinha que vão do forno à mesa, como uma bela panela de ferro esmaltado. Elas duram para sempre e conferem charme à qualquer mesa. Além disso, menos louça para lavar.

5 – Grand finale
Ao final do jantar ofereça aos seus convidados uma bebida quente: um café de qualidade, como um espresso ou cappuccino cremoso, um chá. Sirva com alguns petits fours, macarons, mini biscoitos, cookies ou pequenos bombons e você vai garantir um final perfeito para o jantar.

Acontece

Demonstração KitchenAid com Degustação

Convidamos você a participar de uma demonstração dos produtos da marca KitchenAid seguida de degustação do cardápio preparado.
Participação da Chef Roberta Julião.
Não é preciso fazer inscrição.

Cardápio:
Spaghetti de cenouras ao pesto de ervas, tomate cereja assado & creme de burrata e souflê de goiabada.

Serviço:
Data: 26 de Outubro, quinta
Horário: 16hs
Local: Utilplast Itaim (clique para ver como chegar)

Sobre a KitchenAid:
Tudo começou, em 1919, com o lançamento da primeira batedeira de movimento planetário para uso doméstico do mundo. O nome da marca surgiu do entusiasmado comentário de uma das primeiras usuárias da marca, que ao testar a Stand Mixer, declarou: “I don’t care what you call it. It’s the best kitchen aid I’ve ever had”. Em 1997, a batedeira foi selecionada como um ícone de design pelo MoMA de São Francisco.
Com produtos de design atemporal e alta performance, KitchenAid inspira os apaixonados por culinária a explorarem ainda mais a criatividade, fornecendo ferramentas que permitam se expressar da melhor maneira possível.

 

Café da manhã Entradas Receitas

Ovos Cocotte

Ovos são ingredientes super versáteis e esta receita de Ovos Cocotte é uma ótima opção para um brunch ou mesmo um café da manhã mais caprichado.
Para prepará-la você vai precisar de ramekins, que são pequenos potes de cerâmica, ou mini cocottes, que deixam a receita super elegante, perfeita até para a entrada de um almoço ou jantar.

Ingredientes

4 colheres de chá de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1/4 xícara de bacon em cubos
1/4 xícara de queijo Gruyère ralado (ou em pedaços pequenos)
4 ovos
8 colheres de chá de creme de leite
Sal e pimenta moída a gosto
2 colheres de chá de salsinha fresca picada

Modo de preparo

Unte 4 ramequins com a manteiga. Distribua o bacon igualmente entre os ramequins. Distribua também o creme de leite e o queijo entre os ramekins. Quebre 1 ovo em cada ramekin e tempere com sal e pimenta. Coloque os ramekins em uma assadeira despeje água na assadeira até metade dos ramequins. Coloque cuidadosamente a assadeira no forno pré-aquecido. Asse os ovos por 15 minutos, ou até ficarem ligeiramente dourados no topo. Sirva salpicado com a salsa fresca.

Experimente outras variações na receita: inclua tomate, ervas, aspargos, cogumelos. De qualquer jeito fica uma delícia!


Você adora ovos? Então essa seleção de produtos é a sua cara! Tudo que você precisa para preparar ovos do seu jeito favorito, os acessórios que fazem a diferença e utensílios super modernos. Clique para ver.

Nossas Marcas

Joseph Joseph

produtos da marca Joseph Joseph

Joseph Joseph é uma marca internacional de utensílios domésticos vendida em mais de 100 países em todo o mundo. Ao longo dos últimos treze anos, a marca passou de um pequeno negócio do Reino Unido com um pequeno catálogo de produtos para uma marca internacional bem sucedida com escritórios na França, EUA e Japão com sede em Londres e uma ampla gama de soluções inovadoras para a casa.

Fundada em 2003 pelos irmãos gêmeos, Antony e Richard, Joseph Joseph é agora uma das empresas de crescimento mais rápido do Reino Unido, lançando em média 70 novos produtos domésticos em 104 mercados ao redor do mundo a cada ano. A gama de produtos da marca cresceu para incluir idéias inovadoras e funcionais não só para preparar e armazenar alimentos, mas também para gerenciamento de resíduos, limpeza e organização.

Tudo começou com uma tábua de corte

A marca Joseph Joseph começou suas atividades com uma pequena coleção inicial. Esta coleção incluiu uma série de ítens de cozinha, mas havia um produto que se destacava; uma simples tábua de corte. A natureza funcional e higiênica da tábua de cortar mudou o foco dos irmãos para a concepção de produtos para o dia a dia com uma abordagem básica de resolução de problemas.

Eles olharam para outras áreas da cozinha e logo descobriram que a maioria dos produtos simplesmente não estavam funcionando tão bem como deveriam e assim começaram no caminho para transformar os itens essenciais da casa.

Reconhecimento

A equipe Joseph Joseph recebeu muitos elogios da indústria ao longo dos anos, incluindo quatro Design Plus e onze prêmios RedDot, além de ganhar o prêmio Industry Innovation por seis anos seguidos. Toda equipe Joseph Joseph é dedicada a criar produtos inventivos que as pessoas achem emocionante, alegre e, acima de tudo, útil.

Em 2017 a empresa ganhou o Prêmio Queen’s, altamente prestigiado para a Empresa no Comércio Internacional e que existe desde 1966. Sua Majestade a Rainha faz os prêmios sob o conselho do Primeiro Ministro, que é assistido por um Comitê Consultivo que inclui representantes do governo, indústria e comércio e os sindicatos. Todos os anos eles são anunciados no dia 21 de abril, o aniversário da Rainha. O Queen’s Awards for Enterprise é concedido às empresas por sua excelência no comércio internacional, inovação e desenvolvimento sustentável.

Tudo isso faz de Joseph Joseph uma das marcas mais respeitadas e desejadas por famílias do mundo todo. Os ítens inovadores e de alta qualidade podem ser encontrados na UtilplastClique aqui para ver a linha completa.